Mercados de animais vivos, uma ameaça à saúde de todos?

É quase impossível ver em nosso país os mercados de animais selvagens. Estes são principalmente típicos do continente asiático. Eles vendem animais que são vivo e que costumam ser uma grande fonte de doenças que podem acabar sendo transmitidas ao homem, como vivemos recentemente. O Organização Mundial de Saúde (OMS) quer acabar agora com este flagelo e por isso lançou um apelo importante a esses países. Quer saber de que aviso estamos falando? Você sabe o que são e o que exatamente existe nesses mercados?

Zoonose, um problema real

As doenças de animais que infectam humanos são uma das ameaças mais sérias para a saúde humana. Agora, estamos vivendo isso por causa de Vírus SARS-CoV-2 da Covid-19. Mas existem muitas pandemias que a Espanha já enfrentou por causa deste problema. Um exemplo deles são os Influenza espanhola ou gripe aviária ou suína.

La zoonose, ou seja, a transmissão de doenças de animais para humanos, ocorre quando um vírus exclusivo de populações animais sofre mutação, invade um ser humano e a partir daí se espalha como patógeno para novos humanos. E, alguns dos lugares onde a zoonose é mais provável de ocorrer estão no mercados de animais selvagens vivos. Portanto, o OMS lançou uma petição mundial para que mais nenhuma espécie seja comercializada até que as condições sanitárias sejam excelentes.

mercado de animais vivos

Um mercado de animais vivos na Índia | Fonte: Igualdade Animal

O perigo dos mercados de animais vivos

Un mercado molhado ou mercado de alimentos ao ar livre É um local onde você pode encontrar alimentos de animais abatidos ou animais vivos prontos para serem abatidos. São assim chamados porque seus solos costumam ser uma mistura de sangue, água, escamas, penas, vísceras ...

Esses lugares, geralmente com um grande falta de segurança e higiene, são típicos de Ásia, especialmente de China, Índia, Vietnã ou Tailândia. Você com certeza se lembra da cidade chinesa de Wuhan, onde existe um famoso mercado de morcegos e pangolins que foi acusado de ser o foco da pandemia Covid-19.

Atualmente esses mercados, que foram fechados após e por conta da pandemia, reabriram suas portas recuperando de certa forma a rotina de antes da crise intolerável para muitos países que se opõem a essa prática, e até mesmo para a OMS, por desconhecerem sua recomendação. E se outro caso semelhante ao do coronavírus quando ainda não saímos dessa situação anormal?

 

Mercado de animais vivos

Morcego

O apelo da OMS

La OMS, Juntamente com a Organização Mundial para Saúde Animal (OIE) e do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) solicitou aos países com esses tipos de mercados uma proibição temporária de sua abertura até que as autoridades de saúde de cada país realizem as avaliações apropriadas para indicar as áreas e práticas que são um risco potencial e pode contribuir para a transmissão de patógenos zoonóticos.

Além de um perigo real para a saúde humana, mercados de animais vivos são um tortura a eles. Guaxinins, pangolins, morcegos, cães, sapos ou veados são algumas das espécies que vivem em condições insalubres, sofrendo de desidratação, fome e doenças. E algo não menos importante é que com essa prática eles estão colocando em risco a sobrevivência de certas espécies ameaçadas de extinção. Especialmente quando a captura e venda é ilegal.

Mercado de animais vivos

Coronavírus

La OMS não acaba vetando esses tipos de mercados, já que são uma importante fonte de alimentos frescos para diferentes grupos populacionais com pouca renda, mas há muitas organizações que lutam para parar e acabar com esses negócios, como as conhecidas associações World Wildlife Fund (WWF) ou Igualdade Animal. Apesar de sua luta, eles ainda não foram banidos.

Contanto que os mercados com animais selvagens vivos, Com condições sanitárias precárias, a sociedade e todo o mundo terão que ser Em alerta. Ainda estamos no meio de uma pandemia e esses lugares estão aberto, portanto, o perigo de que continue a se espalhar ou de que haja uma nova doença que seja transmitida de animais para humanos é muito forte. E você, o que acha dos mercados úmidos? Você acha que eles deveriam ser fechados?

ação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.