Homenagem aos hoteleiros de Mahou San Miguel

El Homenagem aos hoteleiros de Mahou San Miguel chega no que é possivelmente a reta final da pandemia. A economia se recupera à medida que a vacinação avança. As barras reabrem à medida que as restrições diminuem. O que esta cervejaria fez para recompensar seus clientes mais leais, dos quais eles dependem totalmente? Qual o papel do sustentabilidade? Descubra abaixo neste artigo.

Despesa ou investimento?

Todos nós sabemos que 2020 foi difícil, assim como este ano. Não apenas para aqueles que sofreram a cobiça e suas famílias, mas também para aqueles que perderam seus empregos. O setor mais afetado certamente é o da hotelaria. É neste contexto que o Homenagem aos hoteleiros de Mahou San Miguel. A iniciativa consiste em que, em agradecimento pela fidelização, lhes proporcionará ajuda para relançar os seus negócios. Queremos dizer uma quantidade de 180 milhões de euros!

Esta não é a primeira vez que ele faz isso. No ano anterior, alocou um orçamento de 200 milhões. Essa despesa (ou investimento) significou um ganho 98% menor em relação ao ano anterior. A campanha "Somos familia" começou difícil. Para dar visibilidade ao auxílio, a empresa lançou um anúncio que conta diversas histórias de melhoria dos hoteleiros nos momentos mais difíceis. Tudo isso é muito interessante, mas… em que será gasto o dinheiro para a reativação da indústria da hospitalidade?

"Somos uma Família": a homenagem aos hoteleiros de Mahou San Miguel

Mahou San Miguel (dono da Mahou, San Miguel, Sola de cabra y Alhambra) apostar no futuro. Resiliência baseada na sustentabilidade e digitalização é essencial para receber essa ajuda. Suas diferentes iniciativas dentro da campanha "Somos familia" Eles são muito interessantes. Atenderá seus clientes por meio de uma plataforma chamada Rentável. Por meio dele, oferecerá serviços como a encomenda de produtos de forma imediata e com total eficiência.

Homenagem aos hoteleiros de Mahou San Miguel

Cartaz da homenagem aos hoteleiros de Mahou San Miguel / Fonte: @MahouSanMiguel no Twitter

Ao longo da pandemia, realizou ações de Asesoramiento e informações aos hoteleiros. Além disso, também promoverá projetos de transformação y empreendedorismo ainda não finalizado. Também se concentrará em ajudá-los a funcionar na internet e gerar tráfego para bares e restaurantes. Desta forma, os hoteleiros podem dar-se a conhecer enquanto reativam os seus negócios e fidelizam os clientes.

Os terraços de amanhã

Outro projeto muito interessante é o condicionamento dos espaços exteriores. Sem dúvida, estes são essenciais quando se trata de reativar as barras. Quem não gosta de um terraço ao ar livre depois de ficar trancado em casa por tanto tempo? O Homenagem aos hoteleiros de Mahou San Miguel tem como foco a sustentabilidade como prioridade nesses espaços. A chave está na distribuição de terraços totalmente reciclados e recicláveis. Eles têm guarda-sóis com base em um tecnologia de purificação de ar.

Pôster de Mahoy San Miguel

Pôster / fonte de Mahoy San Miguel: @MahouSanMiguel no Twitter

Estes guarda-sóis sustentáveis ​​foram desenvolvidos por um fornecedor espanhol. Seu tecido absorve partículas poluentes graças à nanotecnologia. Graças a isso é que reduz a concentração de substâncias nocivas no ar. Pode ser muito útil quando os hoteleiros colocam recintos e fogões como no inverno passado, o que lhes permitiu seguir em frente. O mais chocante pode ser que este fornecedor já tenha instalado um parque de guarda-chuvas que purifica o ar e mais 80.000 arvores. Figuras de vertigem!

Aposte na economia circular

Por outro lado, os móveis reciclados para terraços de hotéis lançados por Mahou evitam a emissão de 662 toneladas de CO2. Um projeto interessante para os seguidores do economia circular. Os móveis antigos que podem ser recuperados já estão sendo doados a diversas ONGs para dar-lhes uma nova vida. Eles também arrecadam fundos para seus projetos sociais nos quais ajudam pessoas necessitadas.

Mahou San Miguel sempre usa paletes recicláveis

Mahou San Miguel sempre usa paletes recicláveis ​​/ Fonte: @MahouSanMiguel

A cervejaria tem o logotipo da Agenda ONU 2030 por algo. Ele quer garantir o futuro do setor no longo prazo. Por esse motivo, é mais lucrativo gastar esses milhões com seus principais clientes do que deixá-los morrer. Também o faz a partir de uma abordagem sustentável, pois sem planeta não há grades.

 

 

ação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.