Falsos ibéricos, DIA culpado ou vítima?

É claro que os produtos espanhóis têm um qualidade espetacular. Todos os supermercados nacionais se esforçam para oferecer o melhor aos seus clientes. No entanto, ultimamente, tem havido alguns casos que lançam dúvidas sobre esta afirmação. E, o mais famoso foi o de DIA. Empresa que lançou falso ibérico. Mas, seus altos funcionários garantem que foram vítimas de um grande fraude. Portanto, eles não se consideram culpados desse golpe. Você acha que a venda desses alimentos prejudica o reputação Da marca?

O caso dos falsos ibéricos

Como você pode deduzir, a rede de supermercados DIA vendeu por meses falso ibérico. E, não é só aí, esses produtos também foram classificados como não é adequado para consumo humano. Na verdade, para a venda desses alimentos, eles marcaram uma redução de até 75%. Toda essa operação resultou em um ótimo apreensão de contêiner. Junto com até 6 detidos e vários empresas investigadas em um lote dedicado à distribuição de presunto roubado. Até mesmo manipular e falsificar selos sanitários.

Ressalte-se que o DIA não está sendo investigado pela Guarda Civil. Além disso, ele afirma ter colaborado em todos os momentos com o órgão de segurança. E é que, da empresa ela nega ter vendido nenhum produto não é adequado para consumo. Eles até justificam esse descuido garantindo que foram vítimas de um Grande fraude. Que remonta ao final de 2019. No entanto, só no ano seguinte a Guarda Civil ordenou remova lotes de presunto supostamente roubado.

Falso Ibérico

Presunto. Fonte: jamondetrevelez.es

Empresa principal investigada

QSabor Foods SL É a empresa que está certa. Este é o contratante DIA. Que também estava ligado aos antigos "Reis" do presunto podre do Carrefour. E é que, além de ter roubado os presuntos, esse fornecedor também tinha selos sanitários personificados e do Certificado ibérico. Sempre sem o conhecimento da empresa proprietária. Ressalta-se que, em alguns casos, os produtos comercializados careciam muito y data de validade. Algo essencial que a lei coleta para garantir a rastreabilidade.

Sabendo disso, DIA afirma ter exercido ações legais contra todos os envolvidos. Desde o primeiro momento em que esse problema foi alertado, a empresa extinguiu todas relação com o provedor. É por isso que eles se inscreveram grandes descontos, algo que explicaremos mais tarde.

 

Ver esta publicación no Instagram

 

Uma postagem compartilhada por Moa Gourmet (@ moa.gourmet)

Ótimos descontos para falso ibérico

DIA guardou estes falso ibéricopelo menos quatro meses. E ele fez isso com descontos graduais de até 75%. Tudo isso sobre o já em si preços iniciais baixos quem tinha esses produtos. Por exemplo, algumas embalagens presunto fatiado começaram a ser vendidos a 4,50 euros. Posteriormente, o seu valor caiu para valores inferiores a 2 euros e acabaram por ser liquidados em 1,25. Ou um Caso ibérico que foi reduzido para metade dos 20 euros iniciais.

Por outro lado, no caso de pedaços inteiros de presunto, estes foram colocados à venda por 99 euros. Um preço que se destaca em relação aos concorrentes pela baixa quantidade. Além disso, eles foram posteriormente reduzidos consideravelmente. Ressalta-se que a rede de supermercados alcançou fatiar algumas das peças teóricas presunto ibérico. Isso foi feito para então embalar a vácuo em envelope para venda ao público. Nenhum número de lote ou código de registro de rastreabilidade de saúde.

Fake ibérico

Presunto serrano fatiado / Foto: Iván Sevilla

Sem alerta

Ninguém sabia como detectar os jogos de falso ibérico enquanto eles estavam à venda. E é isso, nenhum dos inspeções sanitárias relatou esta situação. Também não alerta de saúde para ordenar a retirada imediata dos produtos. É importante que você saiba que o DIA é coberto pelo ausência de diretrizes para justificar esta situação irregular.

Na verdade, a rede insiste que não sabia que esses ibéricos eram falso. E, que ele apenas se limitou a retirar um jogo de presuntos roubados, sempre a pedido da Guarda Civil. A reclamação da carne Comapa aos seus ex-sócios, QSabor Foods SL, foi o que levou ao início da investigação. O que levou à descoberta destes selos sanitários falsos, bem como falso credenciamento de produto ibérico certificado.

 

Ver esta publicación no Instagram

 

Uma postagem compartilhada por ivan mv (@ivan_cocinillas)

Você estava ciente de que a DIA havia colocado lotes de falso ibérico? Seja qual for o motivo, é claro que mais deve ser tomado medidas cautelares. Sempre com o objetivo de verificar a qualidade de todos os produtos. O que vai garantir a segurança e, acima de tudo, a fruição do Sabor fantástico que os produtos espanhóis têm.

ação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.