Rotulagem enganosa, um problema com solução?

Nos últimos tempos, e principalmente com a chegada da conhecida Operação Biquíni, muitos consumidores estão optando por adquirir produtos mais saudáveis. Mas o problema surge quando não se sabe qual é o melhor alimento. E é isso, o assunto de rotulagem enganosa Já existe há algum tempo. Na verdade, são as próprias marcas que confundem seus próprios clientes. Dando a eles um informação errada ou exagerada de seus próprios produtos. Mas você sabe o que solução a este aspecto? Vários especialistas estão trabalhando para que as empresas e os consumidores saibam como ler todos os rótulos.

Dúvidas entre a população devido a rótulos enganosos

O último Eurobarómetro confirmou que mais de metade da população espanhola acredita que os alimentos que consomem diariamente contém substâncias nocivas. Esta afirmação tem várias explicações. Alguns desses fatores podem ser a recepção de informações conflitantes ou o "Quimofobia". Embora, também pode ser por causa do medo de alertas que têm prejudicado a credibilidade do setor e as más práticas dos próprios fabricantes.

mel rotulado

Rótulo de um frasco de origem de mel Espanha / Foto: Iván Sevilla

E é isso, a inclusão de logotipos ou menções enganosas a embalagem está na ordem do dia. Assim, perante este panorama de desconfiança por parte dos consumidores, todos os responsáveis ​​pela segurança alimentar a nível europeu apostam no autocrítica. Um reflexo de portas para dentro para caber no novo cenário informativo. Onde os conceitos de credibilidade, honestidade y consistência eles são primordiais. Acima de tudo, na rotulagem dos produtos e na sua publicidade.

Tudo isso não significa que, às vezes, o alarme social seja injustificado. Ao contrário do que você possa pensar, a União Europeia tem muitos mecanismos de segurança Comida. Possui ainda diversos controles para prevenir qualquer tipo de fraude. Além disso, altos funcionários europeus indicam que a grande maioria dos fabricantes cumpre a lei.

Rotulagem enganosa

Carrinho de compras. Fonte: sp.depositphotos.com

Rotulagem enganosa

Embora parte da desconfiança seja criada por nós mesmos, existem alimentos com publicidade ou rotulagem enganosa. E é que, acima de tudo, em certos setores como ovos ou leite, aparecem logotipos, selos ou menções que confundem o comprador.

Na verdade, o chefe de Segurança Alimentar da Aecoc confirmou ao jornal ABC que às vezes são usados falsas menções. Sempre com o objetivo de obter uma diferenciação clara em relação aos concorrentes. Além disso, muitos desses produtos se movem em um terreno cinza em nível regulatório. Um exemplo claro é o falta de honestidade por certas empresas, incorporando o rótulo "sem glúten" quando nenhum produto dessa categoria o possui.

Rotulagem enganosa

Prateleira do supermercado. Fonte: ruffino.com.ar (pinterest.com)

Rótulos de armadilha

outro rotulagem enganosa são aqueles que mostram um denominação ou foto do produto a ser não corresponde à realidade. Esse aspecto é muito comum em algumas categorias de produtos como sucos sem frutas e fatias de queijo sem gordura do leite. Ou mesmo o york que não é presunto ou bebida vegetal que não pode ser chamada de leite, ou carne picada com espessantes.

Embora você possa pensar que é na rotulagem que mais boatos aparecem, isso não é totalmente verdade. E é isso, é o publicidade aquele que está cheio de exageros, falsas afirmações e atribuições de propriedades que não são realmente corretas. Existem até abusos em alegações nutricionais e a atribuição de benefícios para a saúde. Tudo isso confirmado e corroborado pelo porta-voz do OCU.

 

Ver esta publicación no Instagram

 

Uma postagem compartilhada de Betty Boop (@betty_boop_ole_)

Nem sempre é culpa das empresas

A Chefe de Qualidade da Lácteas del Jarama, Marisa Zabaleta afirma que, além do problema da rotulagem enganosa, devemos destacar o desinformação com o qual a maioria dos consumidores faz suas compras. E é isso, muitos deles não sabem como leia o rótulo corretamente de algum produto. Ou eles não sabem como reconhecer boas informações relacionadas a nutrição. Ele ainda destaca a total ignorância sobre o real significado do Prazo de validade e consumo preferencial.

Como você viu, é claro que há um o problema no que diz respeito à rotulagem. Mas, também é nossa tarefa como consumidores informe-nos e queira saber o significado de todos os aspectos que os fabricantes nos colocam. Somente com o trabalho conjunto de ambas as partes será possível dar uma solução efetiva ao grave problema que rotulagem enganosa. É trabalho de todos!

Espalhar o amor

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.