Uma nova matéria-prima para a elaboração de cerveja está ganhando cada vez mais destaque: Cereal Tritordeum. Em 24 de maio, eles foram mantidos em Madri alguns dias dedicados a novos cereais para obter a bebida preciosa e, acima de outros, destacou. Pelos seus benefícios e pelo forte empenho de várias empresas no mesmo. Isso foi explicado pelos participantes em um evento organizado pela Associação Espanhola de Técnicos Ceralistas (AETC) e a Fundação Espanhola de Cereais (FEC). Mas como é esse cereal? Quais propriedades ele tem?

Mediterrâneo e com a Espanha pioneira em malte orgânico

O encontro que também reúne Agrasys, uma spin-off do Conselho Superior de Pesquisa Científica (CSIC), visa responder aos desafios, preocupações e tendências do setor. Está relacionado com o mundo dos cereais, mas também com o dos cerveja. Porque também a Associação Espanhola de Técnicos em Cerveja e Malte (AETCM) esteve presente numa conferência com especial destaque para ambas Cereal Tritordeum como na farinha de aveia. Destas últimas, suas possibilidades foram expostas como mais uma alternativa.

Porém, com mais profundidade foi possível conhecer o Tritordeum, um produto mediterrâneo, cultivado principalmente em nosso país, que já é utilizado para a obtenção de outros alimentos. Pães, biscoitos ou bolos Eles nascem de uma matéria-prima filha de um trigo duro e de uma cevada silvestre. É caracterizado por sua benefícios sensoriais, agronômicos e nutricionais superior ao principal cereal que já era usado desde a antiguidade para a cerveja (o trigo).

Mas Espanha já se tornou o primeiro país a lançar o malte orgânico extraído deste novo cereal. Isso foi possível graças à colaboração de empresas como Grannaria, maltes selecionados, cerveja Milana e Agrasys. Esta última firma comercializa Cereal Tritordeum, do qual os especialistas destacam seu "alto rendimento de extratos e grande poder enzimático". Assim, eles preveem um grande futuro para você no mundo da cerveja.

Degustação de cerveja com cereal Tritordeum e aveia

Os participantes do evento puderam provar precisamente três cervejas feito com malte do referido cereal. Um estilo Weissbier de Cerveja milana, outro estilo Sour, de Cervejas Malnombre e uma terceira Neipa, de A Sitgetana Craftbeer. 

Por outro lado, o diretor da revista Cerveja e Malta, Carlos Inaraja, também expôs as vantagens oferecidas pelo aveia no preparo da bebida também, antes de outra degustação com ela.

ação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.