O arroz lunar, a revolução espacial do chef do mar

Alimentação de astronautas viajar em longas missões espaciais ainda é difícil. Para isso, chefs renomados como Anjo Leon, procuram alternativas para conseguir cozinhar alimentos previamente e com alto valor nutricional. A última notícia é que este chef criou o que se poderia chamar arroz da lua. Continue lendo e contaremos em que consiste essa ideia nova e fantástica.

Arroz lunar, de frutos do mar com ômega 3

A nova e curiosa técnica de Anjo Leon para cozinhar arroz foi criado a partir de produtos do mar. Especificamente, com colágeno extraído de escamas de peixes, plâncton liofilizado e água. Ele fez isso junto com sua equipe Aponiente, seu restaurante. Está localizado no coração do Parque Natural Bahía de Cádiz, em El Puerto de Santa María.

Seu processo de produção consiste no extração de colágeno que produzem as escamas dos peixes que são descartados. Então, a principal missão é manter todo o potencial do sabor na culinária.

Arroz da lua

Arroz da lua | Fonte: Aponiente.com

Da mesma forma, na referida elaboração o chamado plâncton liofilizado, um ingrediente que fornece uma alta concentração de ômega 3. E o arroz, cujo valor nutricional e carboidratos são essenciais para uma dieta deste tipo.

O chef do mar

Anjo Leon nasceu em Jerez de la Frontera, em Sevilha, a 18 de julho de 1977. Com uma longa carreira, com três sóis Repsol e com três estrelas Michelin, conseguiu o que poderia ser uma revolução no mundo espacial. Em sua nova invenção, ele colaborou com Arroz molino roca, uma marca com arroz gourmet.

Arroz da lua

Ángel León posando em frente aos seus pratos | Fonte: EP

É conhecido como o chef do mar e já fez grandes descobertas no oceano antes. Ele também promete conquistar muito mais, pois para ele os produtos marinhos podem contribuir de forma muito relevante não só para o presente, mas para o futuro da nutrição da humanidade.

Um exemplo de suas descobertas é, por exemplo, a zostera, mais conhecida como a cereal do mar. Tal superalimento que até a sua descoberta não era considerado um ingrediente para consumo humano.

Planta de cereais marinhos | Fonte: @ aponiente-angel-leon

La algas marinhas É um cereal mais denso e nutritivo que o arroz e mais semelhante a algumas leguminosas. Possui sabor iodado, vegetal e aromático, podendo ser preparado cozido como macarrão ou arroz ou processado em farinhas. 

Uma comida especial e especial

O futuro do corrida espacial acontece de alongar os períodos e missões fora da Terra, não apenas na lua. Ele também busca explorar ainda mais, concentrando esforços principalmente em marte. Isso significa que os astronautas terão que passar muito tempo longe do planeta Terra. Isso significa que eles terão que carregar a bordo de seus navios tudo o que precisam, também, é claro, o comida.

Arroz da lua

Grãos marinhos, como tal, empilhados | Fonte: @ aponiente-angel-leon

Para atender a essa necessidade, a Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) e a Agência Espacial Canadense (CSA) lançaram o chamado "Deep Space Food Challenge". Trata-se de um concurso internacional em que se candidata a produção de Ángel León.

O objetivo é obter sistemas ou tecnologias alimentares inovadoras e revolucionárias que requerem um mínimo de recursos e maximizam a produção de alimentos nutricionalmente ricos. Da mesma forma, que são seguros, saborosos e de fácil digestão para longas missões espaciais com um mínimo de três anos sem reabastecimento e para uma tripulação de pelo menos quatro astronautas.

Ángel León, também conhecido como o chef do mar | Fonte: @chefdelmar

Uma iniciativa que também busca poder aplicar algumas dessas inovações aos problemas alimentares que existem atualmente na Terra, como por exemplo uso eficiente de matérias-primas ou insegurança alimentar.

Da mesma forma, com este projeto, Aponiente mostra seu compromisso não só com o presente do planeta, mas com seu futuro. Defender uma alimentação que vai além do produto em si, sendo o uso fundamental para o desenvolvimento da humanidade nesta área. O que você achou do arroz da lua? Você acha que isso poderia ser uma revolução na alimentação espacial?

 

 

ação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.